Por que uma plataforma de gestão de dados ajuda meu negócio?

gestão de dados

Os dados de uma organização são recursos muito valiosos, mas é preciso saber como coletar, organizar e usar todas essas informações de modo inteligente, colocando-as a serviço de seu negócio.

Soma-se a isso a necessidade de manter os dados em segurança, evitando perda ou acesso indevido, e podem surgir dúvidas de como fazer essa gestão de modo eficaz e ágil.

Este artigo trará essas respostas. Por isso, siga a leitura e descubra todos os benefícios de uma plataforma que faz o gerenciamento de informações. 

Dados são o novo petróleo - e precisam de cuidados

Há alguns anos, a constatação de que as informações de uma empresa são um ativo valioso e ainda pouco explorado, fez surgir a afirmação de que dados são o novo petróleo.

Isso ocorre porque vivemos em uma economia digital e, ter acesso rápido a informações confiáveis, é a chave para decisões assertivas que geram valor a todo tipo de negócio.

O problema é que muitas empresas têm dificuldades em transformar a gestão de dados em informações para aperfeiçoar processos, produtos, imagem e demais aspectos da empresa.

Infelizmente essa inabilidade gera consequências graves, como, por exemplo:

  • Perda de negócios: a falta de acesso à informação em tempo real prejudica o time comercial, que precisa saber a disponibilidade de produtos, prazos de entrega, entre outros itens fundamentais na negociação – enquanto isso, concorrentes com uma boa gestão de dados, conquistam a venda que poderia ser sua;

  • Processos ineficientes: informações são essenciais para criar processos de trabalho mais ágeis, inclusive facilitando a avaliação que leva ao aprimoramento;

  • Maiores custos com armazenamento de dados: sem a prática de limpeza de informações, excluindo itens obsoletos, incompletos ou desatualizados, há necessidade de maiores gastos com o armazenamento – valor que poderia ser direcionado para outras ações;

  • Prejuízos à imagem: clientes descontentes com um atendimento sem qualidade – gerado por demora, erro de informações, entre outros – ficam frustrados e sentem-se inclinados a optar por outra empresa na próxima compra.

  • Além disso, podem divulgar mensagens negativas em relação à sua marca colocando em xeque a reputação organizacional e levando à perda de novas vendas;

Outro aspecto muito importante a ser considerado quando há falha na gestão de dados, diz respeito à segurança da informação, que fica vulnerável, podendo ocasionar falta de backups, invasão de sistemas por hackers, perda de dados, entre outros problemas.

Aliás, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) atribui à empresa a responsabilidade de preservar os dados de seus consumidores e, em caso de eventuais vazamentos e/ou acessos indevidos, a mesma poderá ser penalizada.

Na verdade, dependendo da ocorrência e do tempo levado para recuperar ou normalizar um sistema que teve informações perdidas ou violadas, uma empresa pode não sobreviver.

Volume de informações: um grande desafio na gestão de dados

A gestão de dados cresceu em importância nos últimos tempos, tendo em vista as regulamentações que responsabilizam as empresas em relação aos dados pessoais armazenados em seu ambiente e, ainda, por conta do volume de informações cada vez maior.

Pesquisa do International Data Corporation (IDC) prevê que a quantidade de informações geradas no ambiente organizacional aumentará 10 vezes até 2025. Esse é o prazo, também, para que 60% dos dados produzidos em todo o mundo sejam provenientes das empresas.

Além da quantidade, são vários formatos - entre textos, imagens, vídeos - tornando a análise ainda mais complexa.

Diante dessa enxurrada de informações, saber identificar quais dados são realmente relevantes para os negócios é um dos maiores desafios. Por isso, essa mineração deve ser adotada pela empresa como parte de sua cultura.

No entanto, conforme conclusão do IDC, as lideranças que conseguirem alcançar esse objetivo terão a oportunidade de identificar oportunidades de negócios novas e únicas. Para isso, será preciso fazer escolhas estratégicas na coleta e utilização dos dados.

Um bom exemplo de como usar a gestão de dados para gerar valor a um negócio, é o uso de rastreamento veicular, que permite identificar informações úteis, entre elas a quilometragem percorrida pelos veículos; consumo de combustível; histórico de direção de cada condutor ou o tempo de ociosidade de cada auto.

Essas informações permitem gerar relatórios que vão orientar o gestor quanto às melhores decisões para ampliar a vida útil da frota, bem como reduzir custos e garantir a melhor performance de todos os veículos – para isso, obviamente, é preciso contar com rastreamento de qualidade que, entre outras questões, não oferece problemas de sinal

Papel da integração na gestão de dados

A transformação digital revolucionou a rotina corporativa e pessoal, disponibilizando uma quantidade enorme de informações – graças a conexões extremamente velozes, através de banda larga ou tecnologia M2M, por exemplo - que precisam ser organizadas.

Nesse contexto, a integração é imprescindível para simplificar a rotina operacional, evitando que os colaboradores precisem buscar dados em mais de uma fonte e gerando facilidades como:

  • Maior produtividade e agilidade no desempenho das equipes;

  • Aumento de integração entre todos os colaboradores;

  • Minimizar erros nos processos;

  • Ampliar eficácia da comunicação.

Para usar a integração de dados a favor de seu negócio é preciso adotar as soluções adequadas para as necessidades de sua organização, aproveitando ao máximo o potencial dessas ferramentas, integrando-as em um mesmo banco de dados e administrando-as em um único dashboard – vale lembrar que, esse processo exige profissionais habilitados.

Com esses cuidados, é possível garantir a gestão de dados que leva à clareza e atualização das informações, tornando-as mais organizadas e eficientes. Outro ponto importante proporcionado pela integração de dados é medir resultados e, se preciso, aperfeiçoar as estratégias.

Ela também permite melhorar a experiência dos clientes que, cada vez mais exigentes, desejam informações corretas e em tempo real - do momento da compra até o recebimento do produto!

Integrar dados é valorizar a qualidade de informações, criando documentos  prontos a se transformarem em recursos valiosos para toda a organização,  evitando assim prejuízos e identificando oportunidade de negócios.

E o mais importante: tudo isso ocorre de modo rápido e simples, com análises de relatórios.

Benefícios da gestão de dados

Sendo tão importante, uma boa gestão de dados oferece benefícios inquestionáveis a todo tipo de empresa, independentemente de segmento e porte. Vamos conhecer os principais?

A) Crescimento sustentável

Alguns motivos para isso é que o armazenamento de dados de fácil acesso a todos os interessados na informação permite que:

  • Os colaboradores não realizem trabalho em duplicidade;

  • Erros sejam identificados com agilidade, permitindo solução antes de tornarem-se um problema maior;

  • Identifique formas de melhoria nos processos.

B) Eficiência operacional

Uma boa gestão de dados oferece acesso a informações que mostram alterações no mercado e nos concorrentes. Com decisões mais rápidas e assertivas – possíveis quando há uma conexão de qualidade - a velocidade na reação às mudanças transforma-se em um diferencial capaz de levar ao sucesso do negócio.

C) Redução de riscos cibernéticos

Com um gerenciamento adequado e um plano de segurança digital que seja conhecido e seguido por toda a empresa, o risco de informações organizacionais caírem em mãos erradas diminui drasticamente. Da mesma forma, facilita a recuperação de informações, no caso das fontes primárias ficarem inacessíveis.

Plataforma de gestão de dados: porque você precisa ter!

Todo rastreador veicular envia dados que são capturados por uma plataforma de gestão de dados, processando e gerenciando as informações, apresentando-as em grades, mapas, gráficos e relatórios.

A plataforma de gestão de dados apresenta diversas arquiteturas e funcionalidades, que podem ser específicas para várias aplicações. As mais comuns são a arquitetura cliente-servidor e a arquitetura web em nuvem - cada uma delas com suas vantagens e desvantagens.

A TNS possui diversos cases de sucesso, obtidos em virtude da sua experiência global neste tipo de serviço, tendo desenvolvido o LSM, plataforma de gestão de dados que permite aos clientes fazer todo o gerenciamento e controle de linhas contratadas, realizando transações seguras, ágeis e eficazes, e conectando coisas (IoT) e máquinas (M2M).

Com a plataforma de gestão de dados LSM é possível:

  • Gestão centralizada de chips e equipamentos, checando o detalhamento das conexões estabelecidas, realizando a conferência de faturas;

  • Identificação imediata de consumo de dados fora do padrão;

  • Identificação e bloqueio de IMEI - identidade internacional do equipamento móvel;

  • Bloqueio e desbloqueio de tráfego de dados de uma linha específica;

  • Controle de consumo.

Desenvolvida pela equipe de engenharia da TNS, a plataforma LSM pode ser customizada para atender as necessidades de sua empresa e auxiliar no crescimento do seu negócio. Oferecemos inovação, tecnologia de ponta e ampla experiência de mercado, com inteligência dedicada aos clientes em escala global. Entre em contato com nossos especialistas e saiba como a gestão de dados pode alavancar seu negócio!

Deixe seu comentário, crítica ou sugestão

Ao acessar o nosso site, você concorda com o uso de cookies para analisar e produzir conteúdo e anúncios adaptados aos seus interesses. Leia nossa Política de Cookies.